Portal da Transparência
Menu
busca avançada

Voltar

Notícias

Prefeito entrega o Lar de Acolhimento II para atender crianças e adolescentes10/08/2017

O equipamento foi totalmente reformado e funcionará com uma equipe multidisciplinar
 
A cerimônia de reinauguração do Lar de Acolhimento II de Cubatão aconteceu nesta quinta-feira (10). O equipamento, situado no Jardim São Francisco, foi totalmente reformado para acolher crianças e adolescentes que estão sob tutela do Estado, no município de Cubatão.

A reforma seguiu o guia de orientação técnica elaborado pelo Governo Federal, de forma a dotar o espaço com equipamentos essenciais, tais como berçário e sala de estudos, para que a casa se pareça ao máximo possível com uma residência comum. Camas novas, guarda-roupas, equipamentos de lazer. Além da melhoria da infraestrutura, o local conta, ainda, com equipe técnica formada por assistente social, psicólogo, pedagogo, cuidadores e pessoal de suporte. Funcionará integrada ao Lar de Acolhimento I, localizado ao lado.

O prefeito Ademário Oliveira declarou que descarta a popularidade em benefício do desenvolvimento de Cubatão e de melhor qualidade de vida da população. "Não estou aqui, como prefeito, inaugurando mais uma obra. Estou apenas cumprindo as prerrogativas do cargo para o qual fui eleito e as determinações das políticas públicas para a criança e o adolescente".

Para finalizar, Ademário Oliveira reafirmou que sua prioridade é cuidar de gente: "Quando tudo estiver normalizado como, por exemplo, a Casa da Esperança e o nosso hospital, aí sim, vamos cuidar das obras, das calçadas, do embelezamento da cidade. Mas, primeiro vamos cuidar de gente".

A inauguração - Várias autoridades políticas e lideranças empresariais e comunitárias compareceram à cerimônia da entrega oficial do Lar de Acolhimento II. O secretário de Assistência Social, Sebastião Ribeiro do Nascimento (Zumbi), elogiou o apoio e a capacidade da equipe multidisciplinar responsável pelo projeto e entregou ao prefeito a minuta do projeto Família que permite ao menor a opção de ser adotado por uma família. "Este, tenho certeza, é o maior sonho do prefeito", disse Zumbi.

A primeira dama, Adeíza Monteiro Oliveira, falou em nome do Fundo Social de Solidariedade, lembrando a importância do "olhar maternal sobre as crianças e os adolescentes". O presidente do Conselho Municipal da Criança, Antônio Jorge, disse que está aberto a novas idéias para ampliar a discussão sobre a melhor forma de se atender o menor". Em nome do Legislativo cubatense, falou a vereadora Erika Verçosa, que defendeu a necessidade de se criar legislações para garantir o apoio a essas crianças e aos adolescentes "mesmo depois de completarem 18 anos".

Prefeitura Municipal de Cubatão
Secretaria de Comunicação

Galerias de Imagens

Tags

Leia Também