Menu
busca avançada

Voltar

Notícias

Depois da Baleia Azul, Boneca Momo traz preocupação na Internet21/09/2018

Há muita farsa, mas também o risco de roubo de dados e indução a crimes
 
Após a série de desafios do jogo Baleia Azul, que levou à execução de suicídios e crimes entre crianças e jovens, está surgindo nas redes sociais outro jogo que preocupa, tanto pela possibilidade de se desenvolver com efeitos danosos sobre os jogadores (indução a suicídio e crimes), como pelo risco de roubo de dados dos incautos. É a Boneca Momo, que vem se disseminando como um contato adicionável através do aplicativo WhatsApp, e também através do jogo Minecraft. Também foram detectados endereços na rede Facebook em que usuários compartilhavam um número estrangeiro acompanhado da imagem daquela boneca.

Por esses motivos, com o objetivo de prevenir danos principalmente a crianças e jovens, a Prefeitura de Cubatão toma a iniciativa regional de alertar a comunidade, principalmente pais e professores, quanto aos potenciais riscos envolvidos. Autoridades de diversos países já estão trabalhando no sentido de coibir a disseminação do programa.

Origem - Com aparência aterrorizante, olhos esbugalhados, pele pálida e sorriso sinistro, a boneca Momo teve sua imagem divulgada como um desafio viral.  Essa imagem tem origem japonesa, pertence à escultura de uma mulher-pássaro que foi exposta em 2016 numa galeria de arte de Tóquio, como parte de uma exposição sobre fantasmas e espectros. A imagem foi retirada de um conjunto de fotos da rede social Instagram e veiculada pela rede WhatsApp, vinculada a pelo menos três números de telefone iniciados com o código do Japão (81), um da Colômbia (52) e outro do México (57), e novos números estão surgindo com esse jogo.

Riscos - Uma lenda urbana é que, ao se estabelecer uma conversa com ela, por telefonema ou mensagem, a Momo começa a falar tudo a respeito da pessoa, podendo fazê-lo em diversos idiomas. Na verdade, Momo seria um BOT, um  sistema de computador que usa inteligência artificial para entender, por exemplo, o que a pessoa está digitando. Esses BOTs, se usados de forma mal intencionada, podem servir para roubar informações dos usuários.

Autoridades da Policía Cibernética de la Fiscalía General del Estado (FGE) de Tabasco (estado no México) divulgaram no dia 1º de setembro um alerta sobre os riscos à segurança emocional das pessoas e à sua própria integridade, por meio de condutas como roubo de identidade, assédio, suicídio, incitação à violência, auto flagelação, isolamento, transtorno mental e outras situações, citando como exemplo anterior o jogo da Baleia Azul. Um risco mencionado é que pessoas se fizessem passar pela Momo e exercessem pressão psicológica sobre menores de idade para que cumprissem ações violentas ou perigosas.

O que fazer - O conselho aos pais é que orientem seus filhos sobre os riscos de contatar números desconhecidos, para evitar fraudes, extorsões e outras ameaças.

Se alguém estiver "conversando" com a Momo e ela pedir algo indevido (como fotos e dados pessoais), o usuário deve salvar a conversa e procurar uma autoridade. Mas não basta dar "print" na conversa, é preciso exportar essa conversa para si mesmo (o WhatsApp possui uma ferramenta que permite fazer isso, enviando-a para um endereço de correio eletrônico, por exemplo).

Em tais casos, as pessoas devem consultar autoridades e podem também acessar o endereço canaldeajuda.org.br, para obter orientações sobre o que fazer em situações de violência online.
 
Saiba mais:
Boneca Momo: https://www.bbc.com/portuguese/salasocial-44961410
Alerta mexicano (em castelhano): https://goo.gl/PLGPPH
Baleia Azul: https://goo.gl/RhH7Av

Texto: Carlos Pimentel Mendes - MTb 12.283

Galerias de Imagens

Tags

Leia Também