Menu
busca avançada

Voltar

Notícias

Prefeito assina convênio com CDHU para reforma da Vila Harmonia, no Bolsão 701/10/2018

A revitalização do conjunto habitacional será concluída em dois anos, com investimentos de mais de R$ 5 milhões
 
Em cerimônia que contou com a participação dos moradores da Vila Harmonia, no Bolsão 7, na tarde deste domingo (30), o prefeito Ademário Oliveira e o presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Humberto Schmidt, assinaram convênio para a reforma daquele conjunto habitacional, que será iniciada imediatamente pela construtora Terra Nova. O conjunto tem 600 unidades habitacionais.
 
O prefeito Ademário conclamou os moradores a esclarecer todas as dúvidas sobre a reforma do conjunto habitacional. "Vamos aproveitar a presença dos dirigentes da CDHU. Apresentem suas dúvidas e sugestões. Agora é hora do diálogo", afirmou, lembrando que conhece todos os problemas do núcleo, assim como Humberto Schmidt, que é funcionário de carreira da CDHU e acompanhou não só a construção, mas desde a remoção dos Bairros-Cotas.
 
Novas conquistas - Com a reforma da Vila Harmonia contratada, Ademário inicia uma nova luta política junto ao governo do Estado para conquistar uma Unidade Básica de Saúde (UBS), a reforma do parquinho e a construção de uma creche: "Sei que vai ser uma luta dura, porque dependemos do governo do Estado", explicou, garantindo que vai continuar trabalhando: "Esta reforma também era difícil, e conseguimos".
 
Solicitação pública - Tanto o prefeito quanto o presidente do CDHU e a empresa contratada para a reforma assumiram o compromisso - "solicitação pública" - de contratar o máximo possível de trabalhadores de Cubatão. "É uma solicitação pública, explicou Schmidt, porque assumimos publicamente o compromisso de priorizar a contratação de trabalhador local".
 
Schmidt fez questão de elogiar a articulação política incansável do prefeito de Cubatão e dos vereadores Fábio Alves Moreira (Roxinho) e Ivan da Silva (Ivan Hildebrando) para concretizar a reforma: "Nos últimos quatro meses, eles não me deram trégua".
 
Ivan Hildebrando não pôde comparecer ao evento e estava representado por sua assessoria, mas Roxinho - que chegou cedo ao Bolsão 7 ("eu moro no 8", disse) lembrou que participou praticamente de toda a luta: "Acompanhei desde o aterramento, o início das obras, até a remoção dos Bairros-Cotas". E o vereador também tem uma nova luta: "Uma quadra poliesportiva".
 
A reforma - De acordo com o presidente do CDHU, o contrato assinado com a Construtora Terra Nova deverá estar concluído em, no máximo, dois anos, e engloba a recomposição das redes de água, esgoto e gás, a recuperação dos pisos internos e externos do conjunto, reposição dos azulejos, reparação de trincas, pintura, impermeabilização e instalação de aquecedores solares. O investimento total será de R$ 5.5 milhões.
 
Além do prefeito, Ademário Oliveira, de seu vice Pedro de Sá, e do vereador Roxinho, participaram ainda os secretários de Governo, Cesar Nascimento, e da Habitação, Andrea Castro.

Texto: Gilson Miguel - MTb.: 19.181/SP

Galerias de Imagens

Tags

Leia Também