Menu
busca avançada

Voltar

Notícias

Maestrina do Coral Zanzalá participa de Simpósio Latinoamericano de Mulheres Regentes, em Montevidéu19/10/2018

Nailse Machado compõe a mesa do evento que acontece de hoje a domingo, no Uruguai
 
Nailse Machado, regente titular do Coral Zanzalá de Cubatão, é uma das convidadas do II Simpósio Latinoamericano de Mulheres Regentes e participa da mesa de discussões neste sábado (19) com o tema "A regência coral e suas peculiaridades que traçam um panorama distinto para o preconceito. O evento teve início nesta sexta-feira (18) seguindo até domingo na cidade de Montevidéu, Uruguai. 

O Simpósio reúne profissionais de toda a América Latina que atuam em corais e grupos musicais. O objetivo do evento é fortalecer a rede de mulheres regentes para promoção do trabalho e compartilhamento das dificuldades enfrentadas pelas profissionais. na abertura, teve apresentação musical no foyer do teatro. nesta sexta-feira aconteceram as palestras: Mulheres da música na história do Uruguai, Construção de uma carreira internacional, Projetos especiais e terminando com uma visita guiada pelo Teatro Sollis.

O encontro é o primeiro do gênero a reunir regentes brasileiras e de pelo menos outros 19 países. Além de discutir assuntos relevantes como a desigualdade no mercado de trabalho, preconceito e discriminação, desafios femininos atuais, recentes conquistas das mulheres regentes, melhoria de oportunidades profissionais na última década, o evento pretende também mapear as profissionais atuantes aqui e no exterior.

Nailse Machado destaca que a primeira edição do Simpósio que aconteceu na capital de São Paulo, o contato foi positivo e só revelou uma realidade comum a todas as artistas, independentemente do campo de atuação. Apesar das qualificação e experiência dessas mulheres serem iguais aos dos colegas, ainda possuem menor salário, por exemplo. "O objetivo desse encontro é fortalecer nosso vínculo e apontar caminhos e soluções por melhores condições de trabalho", afirma Nailse.
 
A maestrina tem um cotidiano movimentado e, como vários artistas país afora, participa de vários grupos artísticos: além do Coral Zanzalá, também dirige os Corais da Alfândega do Porto de Santos, o Municipal de Santos e dos Servidores Municipais de Cubatão.
 
Mais que um simpósio, um movimento pela igualdade - O Simpósio Mulheres Regentes é uma iniciativa da regente brasileira ligia Amadio e tem o objetivo de discutir o papel da mulher no mercado da música de concerto, buscando identificar os principais problemas enfrentados e, ao mesmo tempo, apontar caminhos. "Infelizmente, estamos sempre na berlinda por sermos mulheres. Queremos discutir assuntos relevantes para o nosso ofício, promovendo um amplo debate, criando uma rede de mútuo apoio", disse a regente Ligia Amadio, que hoje atua na Orquestra Filarmônica de Montevidéu. "Mais que um simpósio, é um movimento que pretende ter ação permanente, até que não mais surja a pergunta: por que há tão poucas mulheres regentes?", completou. 

Texto: Morgana Monteiro - Mtb 29.202

Galerias de Imagens

Tags

Leia Também