Menu
busca avançada

Voltar

Notícias

Teatro do Kaos e Incena Brasil, de Cubatão, são reconhecidos como Pontos de Cultura no Estado20/12/2018

Grupos receberão prêmio de kits audiovisuais 
 
Dois grupos de Cubatão foram reconhecidos como Pontos de Cultura pelo Governo do Estado de São Paulo. O Teatro do Kaos, que completa em breve 22 anos, e a Associação Incena Brasil, que festeja o jubileu de ouro da apresentação da Paixão de Cristo em 2019, receberão como prêmio um kit audiovisual da Secretaria da Cultura do Estado. A informação saiu no Diário Oficial do Estado esta semana.
 
O ator e diretor do Teatro do Kaos, Lourimar Vieira, está orgulhoso com a premiação. "Este é o reconhecimento de muitos anos de trabalho. Em 2019 teremos mais cem alunos no curso de teatro Evolução III", disse, destacando o projeto desenvolvido ao longo dos últimos anos voltado ao fomento da cultura do Município. Ele comentou que o resultado positivo também pode ser aferido com os alunos do Teatro do Kaos que conseguem ingressar na renomada Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (Eca-USP). 
 
A atriz e presidente da Incena Brasil, Rose Vieira, também ficou feliz com a premiação. "Esse kit será de grande ajuda para os nossos projetos", disse, frisando que pretende manter oficinas continuadas de adereços para cenários, interpretação e maquiagem. Atualmente 20 pessoas estão envolvidas no Incena, mas quando da encenação da Paixão de Cristo, esse número ultrapassa 300 participantes. "O elenco é formado por residentes em várias cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista. No dia 19 de abril de 2019 será a 50ª apresentação nos seis palcos montados no CSU".
 
A secretária municipal de Cultura, Vanessa Toledo, comemorou a notícia positiva. Para ela, Cubatão abrigar dois pontos de Cultura vai encontro à política pública de promoção da diversidade cultural na cidade. "Além disso, garante aos artistas envolvidos e ao público, um trabalho cooperativo e transformador", disse Vanessa.
 
Ainda de acordo com Toledo, o fato de um coletivo ou projeto ser classificado como Ponto de Cultura garante uma espécie de "selo de qualidade" e mostra a importância dos agentes culturais, sejam coletivos ou grupos, se formalizarem. O Ponto de Cultura faz parte da Política Nacional Cultura Viva.
 
O agente mobilizador da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo e conselheiro tutelar de Itanhaém, Celso Menezes, destaca a participação positiva de Cubatão no processo de busca pelos Pontos de Cultura: "Das oficinas que realizamos na Baixada Santista, Cubatão foi uma das mais interessantes. Foram muitos artistas nos procurando para ter acesso ao prêmio. E vale lembrar que ainda cabe recurso à decisão negativa, ou seja, a participação da cidade no processo pode até aumentar". 
 
Prêmio - O Governo do Estado de São Paulo premiou 544 iniciativas culturais - 94 a mais do que na última edição. Do total, 144 iniciativas receberão R$ 60 mil e outras 400, kits culturais (audiovisual ou musical). Na Baixada Santista, apenas um coletivo de Guarujá foi premiado com dinheiro. 
 
As premiações atendem as ações estruturantes da Política nacional de Cultura Viva que têm o objetivo de assegurar e ampliar o protagonismo da diversidade cultural do Estado de São Paulo. Essa política também busca garantir o acesso aos meios de fruição e difusão cultural, para potencializar energias sociais e culturais e dar vazão à dinâmica própria das comunidades, entrelaçando-as e desenvolvendo uma cultura cooperativa e transformadora.
 

Texto: Melchior de Castro Junior - Mtb 15.702

Tags

Leia Também