Menu
busca avançada

Voltar

Notícias

Programa Cubatão Sinfonia retoma atividades com novas parcerias em 201911/01/2019

Inscrições para novos alunos estarão abertas a partir de fevereiro 
 
O Programa Cubatão Sinfonia abre inscrições para crianças e adolescentes que queiram aprender música e expressão corporal em 5 de fevereiro. Desta vez, serão oferecidas 180 vagas. Para participar, basta ter de 5 a 18 anos de idade. As aulas acontecem na sede do Programa que fica na Av. Principal, 1016, na Cota 200. A idéia é atender a criançada da comunidade e outros bairros próximos.
 
Em 2019, o Programa recebeu o abraço de novos apoiadores e começa o ano com fôlego novo. Juntam-se à antiga patrocinadora Copebras - CMOC International Brazil, as empresas Petrocoque e Bequisa. A parceria só foi possível por conta da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, ligada ao Ministério da Cultura. Conta ainda com apoio da Prefeitura de Cubatão.
 
Além do programa que ensina música e expressão corporal, a "Orquestra Cubatão Sinfonia", um braço do primeiro projeto, também retoma as atividades este ano. Com objetivo de incentivar a continuidade do estudo da música instrumental, reúne 40 jovens talentos de Cubatão e outras cidades. Os estudantes recebem ajuda de custo e se apresentam em escolas e outros locais de fácil acesso para as comunidades. Em 2019, a Orquestra conta com patrocínio da Petrocoque e Ecorodovias, também por meio da Lei Rouanet. 
 
"Este é um projeto sociocultural que, muito mais do que ensinar música ou expressão, dissemina a cidadania. Se conseguirmos despertar a veia artística nesses jovens, isso é ótimo. Porém o mais importante é revelar um mundo novo a essas crianças, adolescentes, jovens adultos. Despertar para o estudo, a busca por melhores condições de vida por meio da Arte e da Cultura. Nesse sentido, o apoio financeiro que recebemos é essencial", afirma Leandro Sampaio, um dos coordenadores do Programa. Sampaio ressalta que o projeto conta com a atuação de monitores capacitados, músicos e bailarinos, além de assistente social e psicólogo. 
 
Mais sobre o Programa - O Cubatão Sinfonia completa 11 anos de atividades ininterruptas em 2019.  Realizado pela Associação de Músicos da Banda Sinfônica de Cubatão, oferece aulas de música - clarinete, flauta, saxofone, trompete, trombone, trompa, percussão, violão, cordas para orquestra, musicalização infantil, coral - e expressão corporal/dança. 
 
As atividades são totalmente gratuitas, garantindo o acesso a toda comunidade local e entorno. Basta a criança e/ou adolescente interessado se inscrever e deverá apenas comprovar estar matriculado e frequentando o sistema público de ensino regularmente, assim como jovens maiores de 18 anos para as vagas remanescentes. Não há processo seletivo e não é necessário ter conhecimento musical ou possuir instrumento musical próprio. O programa disponibiliza instrumentos e material pedagógico para uso em aula.
 
Desde 2007 o Programa recebeu mais de 2 mil crianças e adolescentes, tirando-os da ociosidade no contraturno do colégio. Em 2012, o Programa foi semifinalista do Prêmio Itaú-Unicef, selecionado entre mais de 2.922 projetos de todo o País, o que lhe garantiu o selo da Unicef, o que certifica a seriedade do projeto no atendimento à criança e ao adolescente.
 
Orquestra Cubatão Sinfonia - É composta por 40 integrantes, divididos em naipes de cordas, sopros (madeiras e metais) e percussão. Na formação, 20% dos alunos são do Programa Cubatão Sinfonia, que participam com o intuito de que suas habilidades sejam desenvolvidas na coletividade. Outras 70% das vagas são destinadas aos demais músicos-alunos pré-avaliados de outras instituições musicais, ONGs, projetos culturais, escolas de música, conservatórios e estudo de música de forma privada. As demais, 10% das vagas, serão destinadas a alunos-músicos suplentes, que se tornam estagiários. 
 
O objetivo é viabilizar e incentivar a continuidade do estudo da música instrumental, desmitificando as diversas áreas musicais e formalizando a união de todos os alunos que frequentam regularmente as aulas teóricas. Podem participar moradores de Cubatão e de outras cidades da região, especialmente aqueles inseridos em áreas de vulnerabilidade social. A ideia é proporcionar troca de conhecimentos, capacitando e aumentando suas perspectivas para o futuro, criando estímulos éticos e profissionais.
 

Texto: Morgana Monteiro - Mtb 29.202

Tags

Leia Também