Menu
busca avançada

Voltar

Notícias

Mesmo sem casos, Vigilância Epidemiológica de Cubatão está atenta ao sarampo29/03/2019

Unidades de saúde orientam população sobre calendário de vacinas
 
Ainda que Cubatão não apresente casos de sarampo, o Serviço de Vigilância Epidemiológica (SVE) da cidade está atento à doença devido ao surto no navio MSC Seaview, atracado no Porto de Santos entre o final de fevereiro e início de março. Mesmo sem recomendação de intensificação de vacinação, o SVE vem atuando junto às unidades para que os profissionais orientem os munícipes sobre o calendário vacinal.
 
Todaa população acima de 1 ano de idade deve estar vacinada. Conforme o calendário estadual, a primeira dose, SCR (sarampo, caxumba, rubéola), deve ser tomada aos 12 meses de idade, seguida pela tetraviral (SCR+Varicela) aos 15 meses. As pessoas até 29 anos devem ter duas doses de SCR registradas na carteira de vacinação. Os indivíduos de 30 a 59 anos devem ter uma dose registrada. Profissionais de Saúde (independente da faixa etária) devem ter duas doses registradas.

As vacinas SCR e tetraviral são oferecidas em 14 unidades de Saúde do município. Confira a lista em: http://www.cubatao.sp.gov.br/secretaria/15-secretaria-de-saude/214-febre-amarela/.

Mesmo sem casos na cidade, o informe para as unidades destaca a importância de se fazer, em caso de aparecimento de sintomas (febre, manchas vermelhas, tosse, coriza e conjuntivite), uma notificação imediata para o SVE e orientação para a pessoa com suspeita de sarampo permanecer em isolamento social durante 7 dias após o aparecimento das manchas.

Texto: Alessandro Atanes - MTb 650/96 DRT-MT

Tags

Leia Também