Menu
busca avançada

Voltar

Notícias

Vila Esperança acorda em festa com o início das obras de urbanização30/03/2019

Considerada a maior comunidade da região,  as obras terão reflexos na balneabilidade das praias paulistas
 
Os 35 mil moradores da Vila Esperança despertaram neste sábado (30) em festa e com a certeza de que, "desta vez", as obras de urbanização do bairro têm começo e fim. "A Vila foi esquecida por mais de 30 anos", disse o prefeito Ademário Oliveira na abertura da solenidade que marcou o lançamento oficial do projeto de Urbanização Integrada e Reassentamento de Moradias em Áreas de Risco e Proteção Ambiental da Vila Esperança.

Como era dia de festa, o ato solene de abertura foi rápido com a manifestação da secretária de Habitação, Andrea Maria de Castro, que confessou estar "vivendo um sonho" com o início das obras e homenageou o presidente da Câmara Municipal, Fábio Alves Moreira, o Roxinho, pelo empenho e pelo apoio ao prefeito Ademário Oliveira para transformar o sonho em realidade. "Graças à perseverança do prefeito, com muitas idas e vindas ao Ministério das Cidades, em Brasília, conseguimos recuperar os recursos para este projeto que já estavam praticamente perdidos".

Roxinho, por sua vez, ressaltou o empenho do governo desde a recuperação dos recursos à regulamentação fundiária do bairro. O superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Sidney Soares, reafirmou a parceria da instituição com a Prefeitura de Cubatão e deu o crédito a Ademário Oliveira: "Quando ele assumiu (em janeiro de 2017), a prefeitura não podia contrair empréstimos; hoje tem disponibilizado R$ 25 milhões".

Vocação - Antes das bênçãos do padre Eniroque Ballerini, que encerrou a solenidade,  Ademário Oliveira, morador há 35 anos do bairro, confessou sua emoção por estar proporcionando uma casa digna com melhor qualidade de vida aos moradores da Vila Esperança: "ninguém merece morar sobre palafitas".

Controlando a emoção, Ademário enfatizou que "ser prefeito não é um sonho. É preciso ter vocação para ser político e, principalmente, precisa gostar de gente". Lembrou ainda dos tempos em que como vereador de Cubatão brigava por um projeto sério de urbanização para a Vila Esperança: "Uma comunidade com seus 35 mil habitantes é maior do que 70% dos municípios brasileiros que têm menos de trinta mil", e completou: "Hoje estamos iniciando a maior obra de urbanização do Brasil. Finalmente conseguimos"!

O projeto - Na primeira fase do projeto serão realizadas obras de infraestrutura com o aterro de áreas sujeitas a alagamento e serviços básicos como rede de abastecimento de água e esgoto, iluminação pública, abertura de praças, ruas, ciclovias. Nessa primeira fase -  com previsão de dois anos - serão construídos 80 apartamentos em cinco blocos de cinco andares, duas escolas (educação infantil e ensino fundamental) - e áreas para práticas desportivas e playground. Na segunda fase estão previstos mais 720 apartamentos. O custo total do projeto é de R$ 130 milhões.

Após a solenidade de abertura e da visita do prefeito ao canteiro das obras, a festa na Vila Esperança continuou com recreação infantil, shows musicais, atividades sociais, culturais e esportivas e campanhas de saúde.

Texto: Gilson Miguel - MTb.: 19.181/SP

Galerias de Imagens

Tags

Leia Também