Cubatão, 1 de agosto de 2014

Tempo

00ºC / 00ºC

Qualidade do ar

Notícias

Cultura Artes e espetáculos Cidadania 15/04/2012

Banda Marcial Infantil de Cubatão se apresenta na cidade de Itariri

Os pequenos músicos da Banda Marcial Infantil já começam a alçar novos voos em suas carreiras... Exemplo disso foi a apresentação que realizaram na cidade de Itariri, no Vale do Ribeira, no dia 9 de abril. A Marcial Infantil representou a Banda Marcial cubatense com muita competência. As crianças deram brilho especial às comemorações de aniversário de Itariri, durante o desfile cívico-militar da cidade.

Uniformizadas e com um repertório bem afinado, os cerca de 60 meninos e meninas da Banda Marcial Infantil mostraram o porquê de estar lá: interpretação impecável, disciplina elogiada até pelos militares e muito entusiasmo. Os jovens instrumentistas conquistaram a todos que acompanharam o desfile cívico pelas ruas de Itariri, arrancando muitos aplausos do público.

Apresentações como essa são realmente uma ótima oportunidade para a garotada conhecer outros municípios, participar de intercâmbio cultural com outros músicos, ampliando, dessa maneira, os horizontes do projeto. "Com atividades como essa, mostramos ao público o que as crianças têm aprendido em sala de aula. Isso, sem dizer que divulgamos Cubatão e a Arte produzida aqui", afirmou Paulo Henrique Paiva, regente do grupo mirim.

O convite para a Banda Marcial Infantil estar em Itariri surgiu da impossibilidade da Banda Marcial atender a solicitação daquela cidade, que comemora a emancipação político-administrativa na mesma data que Cubatão, em 9 de abril. Desta maneira, o regente da Marcial Infantil decidiu viajar com as crianças até lá para não frustrar o convite das autoridades daquele município.

Sonho que se tornou realidade - A Banda Marcial Infantil de Cubatão foi criada em 2004 pelos monitores da Banda Marcial da Cidade e hoje atende cerca de 60 alunos com idades entre 8 e 16 anos. Os jovens têm aulas de musicalização infantil, teoria e prática de instrumentos e fanfarra. A atuação dos voluntários, que vai desde as aulas de música à regência da Banda, passando pelo atendimento psicológico.

O Projeto foi um dos vencedores do Prêmio "Comunidade em Ação", do Jornal A Tribuna. O impacto social do projeto foi um dos quesitos que mais impressionou os jurados. Sob a coordenação do maestro Alexandre Felipe Gomes (regente da Banda Marcial), a Marcial Infantil é regida por Paulo Henrique de Paiva Gomes. Cinco monitores - integrantes da Banda Marcial - dão aulas às crianças, que precisam ter boas notas para participar.
 
Texto: Morgana Monteiro

Texto: Morgana Monteiro - Mtb 29.202
Secretaria de Cultura