Anilinas comemora 40 anos como o Parque do coração do cubatense  

Neste domingo (27) às 15h, apresentações artísticas no Parque marcam a data. Também haverá exposição fotográfica recontando a história do espaço

São quatro décadas zelando e administrando o parque urbano que é símbolo de Cubatão. O servidor público Tomaz Santana de Araújo conhece o Parque Municipal Anilinas como a palma de sua mão. Foi ele quem abriu os portões do lugar durante a inauguração, nos idos de 1979. Desde então, nunca mais deixou de trabalhar neste espaço privilegiado, cercado de muito verde e completamente ligado ao esporte, à cultura e à diversão.
E a data será lembrada com arte: no próximo domingo (27), às 15h, a Banda Sinfônica, Cia de Dança de Cubatão e Grupo Rinascita de Música Antiga ocupam o Vão Cultural do Anilinas para homenagear o lugar. O primeiro andar do Centro Multimídia vai abrigar uma exposição fotográfica com imagens desses 40 anos em 18 painéis. A exposição será aberta também domingo e ficará até dezembro (Av. Nove de Abril, s/nº).
As imagens da exposição fazem parte da memória afetiva de Tomaz: “Me lembro exatamente de todos esses momentos”, conta o servidor público. Em uma das imagens mais emblemáticas, onde os portões do Anilinas aparecem sendo abertos, Tomaz relembra o batalhão de crianças que esperava desde cedo para entrar se divertir nos brinquedos construídos em um espaço forrado de areia, conhecer o anfiteatro que viria abrigar performances artísticas e as quadras de esporte, incluindo uma pista de skate, uma das primeiras da região, abrigando competições nacionais.
Alguns anos após, o parque passou por outra intervenção, acolhendo um minizoológico, escolinha de trânsito, ampliação das quadras, novos brinquedos – muito modernos na época, e um novo nome: Cidade da Criança. “Chegamos a abrigar quase 200 brinquedos e receber até 5 mil pessoas por dia aos finais de semana”, comenta. E lembra que o Parque recebeu gente famosa como Marcelo Costa, Clube do Bolinha, e artistas de toda região. Era uma referência na Baixada, atraindo visitantes de todo o Estado de São Paulo.
Depois, foi novamente reformado e modernizado, e em 2011 recebeu a estrutura que conhecemos hoje com Centro Multimídia, abrigando cinemas e salas de artes, quadras de esportes cobertas, brinquedos, pista de caminhada, espaço para jogos, equipamentos de ginástica para Terceira Idade, galpão cultural, o Centro de Informações Turísticas e o teatro, que ainda está sendo finalizado. Os gabinetes das Secretarias de Turismo e Cultura também funcionam ali, assim como o Fundo Social de Solidariedade e a loja do Fundo.
Na entrada lateral do Parque, pela Rua Assembleia de Deus – que já foi a principal – há até uma escola de ensino infantil, a UME Dilce Ferreira Campos que recebe 200 crianças diariamente. “É muito bom ver esse lugar cheio de gente. Só nos damos conta disso toda segunda-feira, quando o lugar está fechado para limpeza e manutenção”, diz o guardião do Anilinas, que cuida com zelo de cada canto do parque, um espaço de 54mil m².

Tomaz Santana de Araújo é o guardião do Parque Anilinas há 40 anos, desde sua inauguração

Quem adentra o pórtico de metal hoje pela Avenida Nove de Abril, s/nº, nem imagina que a ocupação principal da área era industrial: o nome vem da Fábrica de Anilinas e Produtos Químicos do Brasil, fundada em 1916, sendo considerada a primeira grande indústria do município. Faliu em meados dos anos 60. Resquícios da fábrica, algumas casas em que os operários moravam ainda existem e hospedam a Secretaria de Cultura e o setor administrativo do Parque.
“Desde meus 21 anos de idade meu ofício diário é aqui. Não me canso de contemplar a paisagem, o verde… Considero o Anilinas um ícone de nossa cidade”, arremata Tomaz. O lugar já passou por muita transformação, é verdade. Mas como Tomaz explica, nunca deixou de ser um pedaço verde no centro urbano, com lugar de destaque no coração do município e de todo cubatense.
Fotos: Marcus Cabaleiro
Galeria de imagens – CLIQUE AQUI

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais