Bailarino de Cubatão conquista 1º lugar no Festival de Dança de Joinville

Daniel Dantas encantou os jurados na categoria Jazz solo masculino júnior. Apresentação foi nesta quarta-feira (24)

O cubatense Daniel Dantas, de apenas 13 anos, já entrou para a história da Dança Regional ao conquistar o 1º lugar no Festival de Joinville 2019. Ele conquistou a medalha de ouro ontem (24), durante competição no palco principal do Festival, em Santa Catarina, representando o Arabesque Studio de Dança. Este é o segundo ano em que um bailarino da cidade conquista o primeiro lugar no pódio em Joinville, considerado a competição mais importante do País.
Com a montagem “O que dizer do amor?”, Daniel foi impecável na apresentação, cheia de giros, pequenos saltos e a energia do jazz. “Esta é a primeira vez que venho competir na categoria júnior, estou muito feliz com essa vitória”, afirmou o jovem bailarino que desde os 6 anos de idade se dedica ao balé. Morador da Vila Natal, Daniel ensaia cerca de cinco horas por dia, de segunda a sábado e é apaixonado pela arte de dançar. Sonha em ajudar a família por meio da dança e, mesmo com pouco tempo de estrada, já coleciona medalhas, troféus e certificados que recebeu ao longo desse tempo.
A montagem vencedora foi assinada por Claudionor Alves, com direção artística de Camila Gouveia e Raissa Accorci. Camila, coordenadora do Arabesque Studio, conta que é uma grande felicidade ver um jovem tão dedicado e talentoso receber o troféu de 1º lugar: “O Festival de Joinville é uma referência para todos nós que dançamos e uma vitrine para todo bailarino. A vitória é a soma de esforços e do talento do Daniel”. O Arabesque Studio também chegou à seletiva presencial de variações de repertório de balé clássico, mas, infelizmente, não foram selecionados para a mostra competitiva.
Cubatão, tradição em Joinville – A conquista de Daniel vem somar a outros resultados positivos obtidos por bailarinos cubatenses em Joinville, em diferentes categorias. Em 2017 e 2018, a Cia de Dança de Cubatão foi 1º lugar na categoria conjunto jazz avançado, a mesma em que garantiu o 3º lugar esta semana com “Daquilo que resta”, de Zeca Rodrigues. Semana passada, a Cia conquistou a 3ª posição em duo jazz sênior com “Enquanto eu estiver…”, dançada por Lucas Maia e Claudionor Alves, que também coreografou este dueto.
Embora jovem, Claudionor tem uma história vencedora dentro do Jazz e, em especial em Joinville. Além desses dois prêmios com as coreografias de Daniel e do dueto, ano passado assinou a montagem “Mais do que palavras”, que deu o 1º lugar em solo feminino jazz sênior a Yasmin Mattos. O desempenho de Yasmin nesta e nas outras três montagens que interpretou acabou lhe rendendo o prêmio especial de Melhor Bailarina do Festival em 2018. Ela dança como convidada na Gala do Festival, neste fim de semana.
Foto em destaque: Maykon Lammerhirt (Festival de Dança de Joinville)
 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais