Cubatão participa de Dia D de combate à dengue nesta sexta (1º)


Agentes de endemias vão percorrer o Jardim São Francisco e Conjunto Afonso Schmidt; saiba o que tem sido feito na cidade para combater o mosquito transmissor

Cubatão participa nesta sexta-feira (1º/3) do ‘Dia D’ de Combate à Dengue com mutirão no bairro Jardim São Francisco e no Conjunto Afonso Schmidt. A previsão é de que os 16 agentes de endemias que vão participar da ação visitem 400 residências a partir das 9 horas. Os agentes estarão uniformizados e identificados como nas imagens que acompanham esta matéria realizadas na sexta-feira anterior (dia 23), quando as equipes estiveram pelas ruas da Vila Elisabeth e Jardim Costa e Silva em busca de focos do mosquito transmissor da dengue e chikungunya, e conversando com a população para ficar atenta aos objetos e locais que possam acumular água e favorecer a proliferação de larvas.

Entre janeiro e fevereiro (até o dia 28), os agentes de endemias da Secretaria de Saúde de Cubatão visitaram 878 imóveis em ações de mutirão ou rotina. Além disso, outros 148 imóveis foram visitados em ações de bloqueio, situação realizada quando há confirmação de casos. Nesses locais, foram encontrados 101 recipientes com água, dos quais 12 continham larvas do aedes aegypti.

Além das ações de campo, foram realizadas atividades educativas e de conscientização em unidades de Saúde, feiras livres, escolas, organizações sociais e empresas, com entrega de cartazes, folders e cartilhas e a instituição de brigada contra o mosquito Aedes aegypti na escolas estaduais Júlio Conceição (Vila Couto), Lincoln Feliciano (Vila Nova) e Maria Helena Duarte Caetano (Cota 200).

Além das ações de rotina, a Secretaria de Saúde de Cubatão instituiu, em 21 de fevereiro, o Grupo Técnico de Combate à Dengue com o objetivo de traçar as estratégias do município frente ao cenário nacional de epidemia, inclusive com ações de testagem e ampliação do atendimento.

Casos – Em 22 de fevereiro, o município registrava 7 casos confirmados de dengue e 85 casos descartados. Há um óbito em investigação que ocorreu em 9 de fevereiro. Outro óbito, ocorrido em 23 de janeiro, estava em investigação, porém foi descartada a causa de dengue após exame laboratorial. Até a mesma data, não há confirmações de casos de chikungunya e zika vírus. As informações da dengue são atualizadas sempre às quintas-feiras.

Por: Secom Cubatão
Fotos: Divulgação PMC

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Município de Cubatão - CNPJ 47.492.806/0001-08 - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais