Cubatão terá mais R$ 3,7 milhões para obras de recuperação urbana

Recursos virão do Fundo Metropolitano e foram aprovados na reunião desta terça-feira (27) do Conselho de Desenvolvimento da Baixada (Condesb)
As obras de recuperação urbana de Cubatão, desenvolvidas atualmente pela Prefeitura, contarão com mais recursos, R$ 3.700.000,00, do Fundo Metropolitano do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb).  A liberação do dinheiro foi aprovada na 225ª reunião ordinária do Conselho, realizada na sede da Associação Comercial e Industrial de Cubatão (Acic), na manhã desta terça-feira (27).
A recuperação urbana de Cubatão consiste, basicamente, na repavimentação de ruas, avenidas e praças em todos os bairros, assim como em reparos no sistema de microdrenagem. O projeto total é orçado em R$ 15 milhões.
Os recursos para Cubatão foram os maiores aprovados pelo Condesb na reunião. Bertioga teve liberados R$ 957.284,45 para reurbanização da entrada da cidade, e Santos, R$ 546.095,40, para aquisição de equipamentos médicos-hospitalares e mobiliários destinados à policlínica Jabaquara.
O Condesb decidiu, também, desbloquear R$ 1,7 milhão, de uma reserva total de R$ 1.863.501,70, e destiná-los à implantação do projeto Primeiríssima Infância na região. Esse projeto tem por objetivo a redução da mortalidade infantil, mediante a adoção de medidas preventivas em crianças desde a fase de gestação até os três anos de idade.
Desenvolvimento – A retomada do desenvolvimento regional também foi tema de debates no encontro, que contou com a presença do subsecretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marcos Campagnone. O assunto foi abordado inicialmente pelo vice-prefeito e secretário de Planejamento de Cubatão, Pedro de Sá Filho, que representou o prefeito Ademário Oliveira na reunião. “É preciso que o Governo do Estado dê maior atenção, principalmente ao Polo Industrial de Cubatão, gerador de empregos para toda a Baixada que, junto com o Vale do Ribeira, é a região que menos cresce em todo o Estado de São Paulo”, alertou o vice-prefeito.
O prefeito de Praia Grande, Alberto Mourão, falou sobre o movimento Inova, envolvendo representantes dos setores produtivos, dos sindicatos patronais e dos trabalhadores e as universidades, visando à realização de pesquisas que permitam diagnosticar os reais problemas que travam o crescimento econômico da Baixada e apontar soluções. Segundo Mourão, 80 pesquisadores das três universidades regionais já estão em campo, entrevistando empresários.
A reunião do Condesb foi coordenada pelo presidente do órgão, Luis Maurício, prefeito de Peruíbe, e contou, ainda, com a presença do prefeito de Bertioga, Caio Matheus.
 
Fotos: Marcus Cabaleiro
Galeria de imagens – CLIQUE AQUI

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais