Em ação pedagógica, UME Estado do Amazonas recebe aldeia indígena Arapyaú


Com muita música, dança e brincadeira, mais de 120 crianças foram envolvidas pela atividade socioeducativa

A UME Estado do Amazonas, em Cubatão, foi local de um encontro cultural único na última terça-feira (28). A unidade escolar recebeu a aldeia indígena Arapyaú, de Mongaguá, em iniciativa que proporcionou uma experiência enriquecedora para alunos e professores. Segundo a diretora Luciane Bagi, aproximadamente 80 crianças e 10 professores participaram diretamente da ação, enquanto, indiretamente, 31 professores e 124 crianças foram envolvidos, considerando o encerramento do projeto anual – isto é, a ‘culminância’, que ocorreu no mesmo dia. “Os alunos demonstraram grande felicidade e expressaram terem gostado muito da experiência”, diz Luciane.

Trazida pela Secretaria de Educação (Seduc), a aldeia indígena Arapyaú esteve representada por 15 de seus membros, dos quais seis realizaram uma apresentação cultural. O ponto alto do encontro foi a apresentação do coral indígena, envolvendo músicas como ‘Uni, duni, tê’, uma melodia africana chamada ‘Sansa Kroma’ e uma peça rítmica belga intitulada ‘Clap Clap Sound’.

Cada ano, uma novidade – Anualmente, a UME Amazonas promove atividades temáticas e dinâmicas para fomentar o aprendizado dos estudantes: o ensino político-pedagógico. Em 2023, a escolha do tema ‘música’ visou explorar a presença universal do ritmo na vida humana, presente desde a gestação. Segundo Luciane, a intenção era “contextualizar a infância em diversas regiões do Brasil, começando pela realidade concreta dos alunos da UME Amazonas”.

Além da recepção à aldeia Arapyaú, a escola realizou diversas atividades nos últimos meses, como apresentações da Orquestra de Sucata e Cubatão Sinfonia, no âmbito do Projeto Brincando com a Música. A UME também desenvolveu o Projeto Iniciação ao Meio Aquático, em parceria com o Centro Esportivo, e o Projeto Sala de Leitura, proporcionando às crianças momentos de leitura na escola e em casa com o acervo disponibilizado pela professora do projeto.

O evento cultural na unidade escolar reforça o compromisso da escola com o ensino – que vai muito além dos moldes formais, impulsionando maior enriquecimento cultural e desenvolvimento integral dos estudantes. Além disso, o diálogo intercultural proporcionado pela visita da aldeia Arapyaú promoveu uma valiosa troca de experiências, respeito à diversidade e fortalecimento dos laços comunitários na comunidade escolar.

Por: Renan da Paz/Estagiário Jornalismo
Fotos: Divulgação PMC

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Município de Cubatão - CNPJ 47.492.806/0001-08 - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais