Grupos Artísticos abrem projeto "Música nos Bairros"

Apresentação reuniu pelo menos 70 artistas no Bloco Cultural na noite desta quinta-feira (12)
Os Grupos Artísticos de Cubatão iniciaram em grande estilo seu mais novo projeto, Música nos Bairros, na noite desta quinta-feira (12). Pelo menos 70 músicos e bailarinos se revezaram no palco do Bloco Cultural nesta apresentação que percorrerá diversos bairros da cidade. “Nossa ideia é descentralizar as apresentações artísticas, levando a arte onde as pessoas estão. Nosso trabalho só vai valer a pena se o público estar junto conosco”, afirmou Roberto Farias, coordenador artísticos dos Grupos.
A Banda Sinfônica de Cubatão trouxe repertório especial e contou com a regência do maestro titular, Marcos Sadao Shirakawa, e também dos convidados, Ulysses Damacena (regente assistente) e Roberto Farias. O programa contou com com “Ride”, de Samuel Hazo; “Sapphire Celebration”, de Peter Koval; e “Rapsodia Sefaradi” de Alexandre Travassos.
o Grupo Rinascita levou a todos por uma viagem musical aos períodos da Renascença, Barroco e Medieval sob coordenação artística de André Farias. O trabalho do Rinascita é fruto de muita pesquisa, uma vez que o grupo executa apenas obras dos períodos renascentista, barroco e medieval com instrumentos réplicas dos utilizados entre os séculos XIII e XVI.
Já a Cia de Dança de Cubatão, premiada no maior festival de dança do País e em Nova York, trouxe diversos gêneros par ao palco, mostrando a versatilidade de seu elenco. “Etude”, de blé clássico, criação coletiva da equipe; a montagem de dança contemporânea “Por tanto tempo…”, de Flavia Sá; “Toque-me com seu coração”, de Claudionor Alves, premiada recentemente no Sul do País; e “Pop”, do coreógrafo residente Zeca Rodrigues.
Novo modelo de gestão – A Banda Sinfônica, Cia de Dança e Grupo Rinascita fazem parte dos Grupos Artísticos de Cubatão que retomaram as atividades agora em agosto com um novo modelo de gestão. Estão incluídos, ainda, a Banda Marcial de Cubatão e Corpo Coreográfico, Coral Zanzalá e Coral Raízes da Serra. Agora, os Corpos Estáveis funcionam por meio de dois termos de fomento. Os recursos serão destinados pela Prefeitura às organizações sociais civis sem fins lucrativos Associação de Músicos da Banda Sinfônica de Cubatão (AMBSC) e Associação de Amigos da Banda Marcial de Cubatão (Asabamc).
Com isso, os Grupos serão mantidos até o fim do ano por meio de emendas impositivas da Câmara direcionadas pelos vereadores Érika Verçosa, Wilson Pio, Rodrigo Ramos Soares (Alemão), Ivan Hildebrando, Anderson de Lana Andrade e Marcio Silva Nascimento (Marcinho), com aditivo financeiro da Secretaria de Cultura. Com isso, todos os participantes dos Grupos passam a ser microempreendedores individuais (MEI), fortalecendo os artistas e gerando a profissionalização.
Fotos: Divulgação
Galeria de imagens – CLIQUE AQUI

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

© Copyright Município de Cubatão - CNPJ 47.492.806/0001-08 - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais