Livro sobre os 50 anos da Encenação Paixão de Cristo em Cubatão é lançado na cidade

Com muitas homenagens, o lançamento foi na noite desta quinta-feira (21) no Bloco Cultural

Foi em clima de emoção e muitas homenagens que aconteceu o lançamento do livro “Uma História de Amor e paixão – 50 Anos da Encenação da Paixão de Cristo em Cubatão”, escrito pelo historiador Welington Borges. Com casa lotada, a noite de autógrafos reuniu pessoal das artes e da comunidade, gente que viveu a encenação ao longo dessas cinco décadas. Exemplares foram distribuídos a quem compareceu na noite de autógrafos.
A abertura foi com o Coral Zanzalá, sob a regência de Nailse Machado. A equipe interpretou canções alusivas à encenação. Em 2019, o grupo artístico participou do espetáculo pela primeira vez. “Foi muito especial participarmos desse evento que é tão importante pra cidade”, disse a regente.
Várias autoridades e os organizadores do espetáculo deixaram suas mensagens. A secretária de Cultura, Vanessa Toledo, destacou que esse projeto não se trata apenas de um livro, mas de um memorial da história cultural de Cubatão. “Fiquei muito honrada quando fui convidada pelo Welington para escrever a ‘orelha’ da publicação. Pude incluir todo o sentimento que tenho – enquanto artista – sobre a produção cultural de nossa cidade”, falou Vanessa.
Visivelmente emocionadas, Carla Vieira e Rose Vieira, produtoras da Associação Incena Brasil – que propôs a publicação – falaram sobre a alegria de estarem lançando a publicação em meio a tantos amigos da arte e da vida. Atores que já interpretaram Jesus no espetáculo prestigiaram o evento. “O livro é o regaste da memória histórica e afetiva de um trabalho feito com carinho há muitas décadas”, afirmou Rose.
Em breves palavras, o autor contou um pouco sobre como o projeto foi construído. Welington Borges reuniu fotografias, depoimentos e matérias publicadas nos jornais da região e do Estado de São Paulo sobre a trajetória do espetáculo que é encenado na Cidade desde os anos 70.  “Associei a narrativa histórica à reflexão do quanto é importante preservar a cultura imaterial existente no município”, completou.
O livro tem 112 páginas e conta com uma homenagem póstuma ao jornalista Manoel Alves Fernandes, o Maneco, do Jornal A Tribuna, que dedicou grande parte da sua vida profissional ao município de Cubatão.  O prefácio foi assinado pelo ator, produtor, diretor e autor Sérgio Mamberti, que neste ano interpretou o rei Herodes no jubileu da Paixão de Cristo em Cubatão. O financiamento da obra foi realizado por meio do Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo (ProAC) e Secretaria de Cultura e Economia Criativa, a publicação feita pela Editora Inteligência e o patrocínio da empresa Unipar/Carbocloro.
Welington Ribeiro Borges é pós-graduado em Cidade e História – Meio Ambiente, Turismo e Lazer (UniSantos) e Educação Patrimonial – Desafios para o Ensino, a História e a Cultura (UNIMES). É coautor do livro Afonso Schmidt – Escritor da Alma Brasileira (2006) e Cubatão – Caminhos da História (2007). Foi Chefe da Biblioteca e Arquivo Histórico de 2004 a 2010), Secretário Municipal de Cultura de Cubatão entre os anos 2010 e 2016 e presidente do Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Cubatão, CONDEPAC de 2003 a 2011.
Fotos: Morgana Monteiro (PMC)
Galeria de imagens – CLIQUE AQUI 
 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais