No Dia Mundial do Rim (12), Cubatão anuncia início de atendimento no Centro de Alta Complexidade em Saúde

Será a partir das 9h. Evento contará com oferta de serviços de saúde e orientações sobre prevenção de doenças renais crônicas

O Governo Municipal de Cubatão anuncia nesta quinta-feira (12), às 9h, a data de início dos atendimentos dos pacientes no Centro de Alta Complexidade em Saúde (Av. Henry Borden, s/nº). O anúncio acontece no próprio Centro, justamente no Dia Mundial do Rim que contará, além dessa novidade, com ações de saúde e de prevenção a doenças renais crônicas. Totalmente equipado para atender pacientes dentro de uma linha de cuidados voltada aos tratamentos oncológico e de hemodiálise, o Centro é administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX). O Centro de Alta Complexidade vai receber pacientes de Cubatão e outras cidades da Baixada Santista via regulação estatal do sistema CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde).
Das 9h às 16h haverá, também, uma ação educativa em celebração ao Dia Mundial do Rim. Contará com a presença de profissionais médicos e equipe multidisciplinar do Hospital de Cubatão para a prestação de serviços de saúde como glicemia capilar, aferição de pressão arterial, avaliação nutricional com cálculo do IMC – Índice de Massa Muscular, além de orientações gerais sobre a prevenção das doenças renais crônicas.

A ação de conscientização sobre a saúde dos rins segue a proposta da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), com foco de informar ao maior número de pessoas sobre os fatores de risco e a prevenção das Doenças Renais Crônicas.  A FSFX realizará esse evento em todas as suas unidades hospitalares que contemplam serviços de nefrologia.

‘Saúde dos rins para todos: ame seus rins, dose sua creatinina’ – esse foi o tema definido pela SBN para a campanha deste ano, com o objetivo de ampliar o alerta para a população sobre a alta e crescente presença de doenças renais e quanto à necessidade de estratégias para a prevenção. “Exames simples com a creatinina e urina de rotina podem detectar problemas renais”, afirma Daniel Calazans, coordenador do serviço de nefrologia da FSFX e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia.

A Doença Renal Crônica (DRC) é hoje um grande problema de saúde pública, tendo em vista que suas principais causas são a hipertensão e diabetes, doenças silenciosas, mas que são tratáveis, sendo necessário que a população faça avaliação periódica de saúde. “Apesar do crescente diagnóstico, a disparidade e a desigualdade na saúde renal ainda são comuns. A Doença Renal Crônica (DRC) e a Insuficiência Renal Aguda (IRA) frequentemente são agravadas pelas condições sociais, falta de informação em relação às doenças renais, riscos ocupacionais, poluição do meio ambiente entre outros fatores”, explica Dr Daniel.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais