Operação Conjunta mantém “Invasão Zero” nas vilas Natal e Esperança


Objetivo é restringir a entrada de caminhões com aterro nos bairros para impedir, definitivamente, novas invasões

A Operação Conjunta, coordenada pela CMT, mantém a restrição do acesso de caminhões carregados com entulho ou qualquer material que possa servir de aterro a possíveis novas invasões nas vilas Natal e Esperança. A medida atende exigência do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente (Gaema), do Ministério Público Estadual e, também, dos critérios do financiamento do programa de urbanização dos bairros que está sendo executado pela Prefeitura de Cubatão.

A barreira física instalada na entrada dos bairros para fiscalização e controle do acesso dos caminhões – 24 horas por dia – será mantida até a conclusão do projeto da Avenida Perimetral que circundará toda a extensão dos bairros estabelecendo, definitivamente, a fronteira entre a área urbana e o manguezal. Além de anel viário importante para o fluxo de veículos na região, a Avenida Perimetral vai garantir o fim das invasões às áreas de preservação ambiental permanente em defesa dos nossos mangues. “Qualquer construção, além da Perimetral será facilmente identificada, destruída e os autores responsabilizados”, afirma Jeferson da Silva, superintendente da Companhia Municipal de Trânsito, ressaltando que “parte do material utilizado para aterrar novas invasões tem o risco de estar contaminado com produtos químicos prejudicando a saúde da população”.

Operação – Participam da Operação Conjunta, além dos agentes da CMT, a Polícia Militar (inclusive a Ambiental), técnicos das secretarias de Ação Social e do Meio Ambiente e da comissão “Invasão Zero”.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais