Prefeitura participa do Congresso de Acessibilidade em Cubatão


Eventos vão até sexta-feira (25) no Instituto Federal

A cidade de Cubatão é sede do CAIE 2022 – Congresso de Acessibilidade e Inclusão na Educação. Nesta quarta edição do congresso, o tema central é “Desigualdade na educação – uma discussão necessária” a qual estabelece um debate sobre as desigualdades presentes nos âmbitos educacionais do Brasil. Os eventos começaram nesta quarta-feira (23) e seguem até sexta (25) com uma programação extensa no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (Rua Maria Cristina, 50), no Jardim Casqueiro.

O prefeito Ademário Oliveira participou da cerimônia de abertura, nesta manhã. “É um evento extremamente importante não só para Cubatão, mas para toda Baixada Santista. Acessibilidade e inclusão são assuntos regidos pela lei, mas é na prática, com ferramentas, que deve ocorrer. A inclusão deve ser feita com amor, se colocando no lugar do próximo. E precisa estar não só no ambiente escolar. O poder público tem o papel de permitir que os pais e os alunos tenham o suporte necessário”, comentou.

Com mais de 30 atividades inseridas na programação, o objetivo do CAIE é promover uma discussão sobre educação, acessibilidade e inclusão, sendo destinado a pesquisadores, professores, estudantes, instituições de ensino e pesquisa, gestores da educação e demais interessados no tema. A fim de expandir os assuntos tratados, o congresso pode ser acompanhado de maneira online também.

“O congresso não trata apenas da inclusão sob o ponto de vista da acessibilidade a pessoas com deficiência, mas na completude do ser humano, ou seja, inclusão social, no mundo do trabalho, por exemplo. Todas essas questões estão sendo discutidas por técnicos experientes, que conhecem profundamente o assunto e podem colaborar trazendo ideias inovadoras”, explicou o diretor-geral do Campus Cubatão do Instituto Federal Artarxerxes Tiago Tácito Modesto.

Os participantes devem realizar a inscrição no site  https://www.even3.com.br/caie2022/

Sobre o CAIE – Evento nacional na área da educação, definido como um espaço de parcerias, encontros e disseminação de conhecimento e de práticas de acessibilidade e inclusão. O congresso oferece uma oportunidade de troca de conhecimentos entre todos, especialmente para os interessados em oferecer uma educação de qualidade para estudantes com e sem deficiências e para grupos minoritários.

 

Confira a programação a partir do período da tarde de hoje:

Quarta-feira 23/11

  • 14h às 16h – O uso das emoções inteligência emocional como recurso para inclusão
  • 14h às 17h30 – Matemática para Inclusão
  • 14h às 15h30 – Vivências de um indiozinho de outrora
  • 14h às 16h – Desafios da Educação Escolar indígena
  • 14h às 15h30 – Música em Libras
  • 16h às 16h15 – Performance de dança
  • 16h às 17h30 – Desenho Universal De Aprendizagem: Repensando A Prática Inclusiva
  • 16h30 às 18h30 – Organize sua rotina usando planilhas eletrônicas
  • 16h30 às 18h30 – Reflexões sobre o uso da tecnologia na área de Ciências Humanas
  • 16h30 às 18h – Equidade e Acessibilidade: A importância da Educação Inclusiva na sociedade
  • 16h30 às 18h30 – Roda de conversa: “100 Anos da Semana da Arte Moderna”
  • 18h30 às 21h – Inclusão “Diferente é o mundo que queremos!”

 

Quinta-feira 24/11

  • 8h30 às 10h – Caleidoscópio Racial Escolar: a quantas andam os processos de engendramentos das identidades negras nas escolas de educação infantil de Praia Grande – SP
  • 8h30 às 10h30 – “Transtorno do Espectro Autista: breve relato histórico-educacional e legal
  • 8h30 às 12h – Altas Habilidades – Conhecendo para garantir o atendimento
  • 8h30 às 10h – Inovação e Criatividade: Como animar uma apresentação acadêmica utilizando powerpoint
  • 8h30 às 10h – Atividades desplugadas para o desenvolvimento do pensamento computacional da sala de aula
  • 8h30 às 10h – Libras – Inovar é viver
  • 10h30 às 12h – A desigualdade educacional tem cor e tem gênero
  • 10h30 às 12h – Aprenda a formatar um Trabalho Acadêmico
  • 10h30 às 12h – Atendimento remoto durante a pandemia de COVID-19
  • 10h30 às 12h – “Avaliação diagnóstica para efetividade da aprendizagem cognitiva”
  • 19h às 20h30 – Vivenciando a Inclusão com Equação de 1º e 2º graus

 

Sexta-feira 25/11

  • 8h30 às 12h – Potencializando o processo de ensino e aprendizagem: técnica de mapeamento conceitual como metodologia ativa
  • 8h30 às 12h – MONA IFÉ de poesias negras
  • 8h30 às 10h – “Experiências pessoais e educacionais inclusivas”
  • 8h30 às 10h – Eliminando barreiras emocionais em época de pandemia
  • 10h às 12h – Criação de Jogos na plataforma Scratch para alunos com TEA
  • 10h30 às 12h – Prevenção da violência e inclusão social
  • 14h às 15h30 – Ouvir o silêncio: Proposta de letramento literário para alunos surdos
  • 14h às 16h – O uso da Plataforma Scratch para elaboração de Jogos Educativos para inclusão de alunos com TEA
  • 14h às 16h – Nem vítima, nem herói
  • 14h às 15h – Teatro em Libras – Gravidez na adolescência
  • 16h às 16h15 – Performance de dança
  • 19h às 20h30 – Letramentos para mulheres em situação de vulnerabilidade social: IFG atuando na comunidade.

 

Fotos: Divulgação Secom

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Município de Cubatão - CNPJ 47.492.806/0001-08 - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais