Professoras da rede municipal recebem prêmio da Fundação Souto Vidigal

Iniciativa teve 700 inscritos

 
Duas docentes da Rede Municipal de Ensino de Cubatão tiveram seus trabalhos reconhecidos e valorizados pelo Prêmio Educação Infantil: Boas Práticas de Professores durante a Pandemia. As professoras Renata Fernandes dos Santos, da Unidade Municipal de Ensino (UME) Jardim Casqueiro; e Valéria Mariano de Lima, da UME São Paulo, ficaram entre os 100 ganhadores, em âmbito nacional, que apresentaram as melhores ações.
O prêmio, que despertou o interesse de 700 profissionais, é uma inciativa da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Itaú Social. Cada um dos 100 ganhadores (34 deles de São Paulo) receberá R$ 1 mil e um curso de 40 horas, online, sobre a Base Nacional Comum Curricular e a Educação Infantil. O curso será promovido pelo Instituto Singularidades.
“Fiquei muito feliz com a premiação. Realmente não esperava ficam entre os 100 premiados, pois o concurso foi a nível nacional; iniciativas como essa da Fundação Maria Cecília Souza Vidigal são excelentes para motivar os professores e valorizar as práticas na Educação Infantil”, comemorou a professora Valéria. “Enquanto educadora, precisava conhecer a história de vida de cada um até para poder trabalhar melhor com essas crianças, além de proporcionar a elas a oportunidade de resgatarem suas próprias histórias. Então, um livro foi sendo desenhado de maneira que as famílias pudessem contar sobre a história de vida deles até o nascimento da criança e fossem registrando ano a ano as principais conquistas”, explicou.
Por sua vez, a professora Renata destacou a valorização do profissional da educação. “Foi uma alegria muito grande receber a notícia de que eu havia sido contemplada pelo prêmio porque eu não esperava, apesar de ter me inscrito entre mais de 700 professores inscritos em todo o país. Prêmios como esse valorizam o professor. Há tantos outros não inscritos que também desenvolvem ótimos projetos. São excelentes professores contribuindo com a educação básica pública”, comentou, agradecendo a comunidade da UME Jardim Casqueiro pela participação das atividades. Renata desenvolveu com os alunos um projeto de dança por meio de contação de histórias e explorando os sentidos, como dançar de olhos fechados enquanto a criança é guiada por alguém da família, por exemplo.
Isolamento – De acordo com os organizadores, o fechamento, desde 2020, das unidades escolares, desafiou pais e professores, que tiveram que se reorganizar, assumindo a aprendizagem das crianças de uma maneira até então impensada: à distância.
A diretora executiva da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, Mariana Luz, informa que a premiação buscou destacar iniciativas inspiradoras, que fizeram a diferença para as crianças e famílias nessa pandemia. “É importante que a sociedade saiba o significado e a relevância da Educação Infantil por meio das histórias e práticas dos professores, crianças e famílias”.
Com uso de recursos do WhatsApp, dos próprios brinquedos, panelas e sucatas, as iniciativas trabalharam diversos aspectos, tais como: acessibilidade e inclusão, vínculos parentais, interações, brincadeiras, literatura, direito das crianças e meio ambiente.
A gerente de Conhecimento Aplicado da fundação, Beatriz Abuchaim, frisou que as ações reforçaram a importância da escola, da formação e dos professores. “Mesmo neste período terrível por qual passamos, eles encontraram caminhos para promover o desenvolvimento das crianças”.
 
Fotos: Divulgação Seduc
Link para fotos: https://link.shutterfly.com/0ik1gxPpifb

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais