Termina oficina especial dentro do projeto Corte e Costura

Curso qualificou mão de obra e ensinou técnica para a produção de corsets vitorianos, um tipo de espartilho 

Terminou nesta terça-feira (13) a oficina de confecção de figurinos para dança, dentro do Projeto Corte e Costura. Uma melhor qualificação profissional e a abertura de novas possibilidades de geração de renda no município de Cubatão fazem parte dos objetivos do Projeto, ministrado pelo estilista Sidney Fernandes. Oferecido pela Secretaria de Assistência Social (Semas) em parceria com a pasta de Cultura (Secult), a aula contou ao todo com 20 alunos em duas turmas no Centro Vocacional Tecnológico do PAT.
O oficineiro e estilista Sidney Fernandes foi responsável pelo figurino da Cia de Dança de Cubatão para a coreografia “Daquilo que resta” – que conquistou o 3º lugar no Festival de Joinville. Voluntário do Projeto Corte e Costura, Fernandes assume a cadeira de professor. “É algo novo na minha carreira. Eu nunca havia dado aula. Felizmente, tudo aqui está sendo muito bem absorvido pelo pessoal”, disse o profissional da moda com mais de 20 anos de carreira.
“É algo de primeiro mundo”, destacou a aluna Amélia Maria de Sousa, sobre a oficina de modelagem. Também monitora do Projeto, Amélia disse mais: “É um aprendizado muito bem elaborado. Cada dia aprendemos coisas novas”. Técnica de modelagem para vestidos de festas, usando como base os corsets vitorianos, tum tipo de espartilho com amarrações, foi o foco da oficina. O glamour da moda na era vitoriana inciou-se em 1837 e rendeu até janeiro de 1901. Os trajes do mundo feminino na época eram de uma elegância inegável. Bem assentadas ao corpo, as roupas visavam, unicamente, atender ao ideais de beleza impostos nos meados do século XIX,  dando ênfase à cintura fina.
Fotos: Thiego Barbosa
Galeria de fotos – CLIQUE AQUI

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais