Coronavírus: Testagem Sentinela aponta para baixa transmissão comunitária em Cubatão

Índice de testes positivos entre pessoas sem sintomas está em 0,3% do total; índice de alerta é de 5%

A Secretaria de Saúde de Cubatão e a Faculdade São Judas de Medicina de Cubatão apresentaram nessa sexta-feira (1º/10) um balanço das nove primeiras semanas do Programa de Testagem Sentinela. Dos 2.185 testes em pessoas sem sintomas realizados por todos as regiões da cidade, apenas 6 deram resultados positivos, o equivalente a 0,3% do total.

Isso significa que, de acordo com as diretrizes da Organização Mundial de Saúde, o município se encontra em situação de baixa transmissão comunitária do coronavírus. O índice de alerta é de 5% de casos positivos em pessoas sem sintomas. A Secretaria de Saúde ressalta que, mesmo com baixa transmissão, a pandemia não acabou e que a vacinação deve avançar, bem como devem ser mantidas as medidas de proteção como o uso adequado de máscaras e o distanciamento social.

A cada semana, foram realizados de 189 a 260 testes, com a detecção de um caso positivo nas semanas um, três, quatro, cinco, seis e oito. A realização dos testes é proporcional a cada bairro e segue o protocolo da Organização Mundial de Saúde de dois testes a cada mil habitantes.

A secretária de Saúde de Cubatão Eliane Taniolo destaca que a adoção dos testes do tipo antígeno permite ao município tomar decisões em tempo real, como um “termômetro” do momento, já que os resultados saem em poucos minutos, enquanto os de PCR ficam prontos em dias.

Idealizador do Testagem Sentinela, o infectologista Evaldo Stanislau Affonso de Araújo, professor da São Judas e integrante do Comitê Estratégico Municipal covid-19, aponta que o estudo, iniciado no final de julho, acompanha o avanço da vacinação (em agosto, Cubatão aplicou mais de 35 mil doses de vacinas contra a covid-19) em meio à chegada da variante delta. Os resultados da testagem, aliados à redução contínua da ocupação de leitos UTI ao longo de agosto e setembro, apontam para um efeito da vacinação na contenção da variante.

Os questionários respondidos mostram também a evolução da vacinação entre as pessoas que foram testadas. Em 31 de julho, 30% delas haviam recebido duas doses, percentual que vai subindo a cada semana e que ultrapassa a marca de 75% em 25 de setembro.

A movimentação do Pronto-Socorro Central também figura como indicativo. Em relação a março, pico da segunda onda de covid-19, o mês agosto registra queda de 70% em consultas covid-19, queda de 58% na solicitação de exames PCR, e 97% na solicitação de vagas.

VACINAÇÃO X DELTA
Até o momento, o Instituto Butantan comunicou ao município 9 casos de variante delta, em exames positivos para coletas realizadas entre 30 de agosto e 8 de setembro. Na apresentação dos números do programa, Evaldo Stanislau destaca dados da Fundação Oswaldo Cruz que atestam que a delta já é a variante predominante na região Sudeste, presente, por exemplo, em 95% das amostras da cidade de São Paulo.

SENTINELA
Os resultados preliminares foram submetidos ao Congresso Brasileiro de Infectologia. O programa consiste na realização de 262 testes do tipo antígeno por semana ao longo de 24 semanas em todos os bairros da cidade, de forma proporcional à população de cada um. O número segue o protocolo da Organização Mundial de Saúde de dois testes a cada mil habitantes. A cada sábado, cinco equipes formadas por integrantes da secretaria e cerca de 40 alunos e profissionais da Faculdade de Medicina circulam pelos bairros da cidade realizando os testes.

Os casos detectados são monitorados e encaminhados para atendimento na rede municipal de Saúde, com rastreamento dos contatos para impedir surtos e o alastramento do vírus. Além do próprio teste, realizado em pessoas assintomáticas, as equipes coletam dados clínicos e epidemiológicos com o objetivo de gerar um retrato da semana. Os dados são transmitidos a um banco de dados com georreferenciamento, permitindo ao Comitê Estratégico Municipal Covid-19 e à Secretaria de Saúde agir em todo o município ou tomar medidas localizadas de acordo com a incidência do vírus em cada localidade.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais