Prefeitura e Governo do Estado farão parceria para incentivar o turismo ambiental em Cubatão

Anúncio foi feito nesta segunda-feira (23) durante o 1º Seminário de Turismo de Cubatão, realizado no Bloco Cultural

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, e o Governo do Estado, por intermédio do Instituto Florestal, firmarão convênio com vistas à melhor exploração do turismo ambiental no Parque Ecológico da Serra do Mar, em especial no sítio Itutinga-Pilões, em território cubatense. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (23), durante o 1º Seminário de Turismo de Cubatão – Nasce uma indústria, realizado até o dia 27, no Bloco Cultural (Praça dos Emancipadores, s/nº).
Durante sua palestra “ Turismo Ecológico”, Patrícia Cristina Camargo Rodrigues, gestora do Parque Itutinga-Pilões disse que os entendimentos para a formalização da parceria estão adiantados e têm por objetivo a atração de  investimentos, geração de novos projetos, além da consolidação a ampliação  dos programas existentes. Entre os novos projetos consta a reestruturação das trilhas de acesso público à cachoeira Véu da Noiva, em Pilões, hoje fechadas por razões de segurança. O Governo do Estado já assegurou a liberação de R$ 400 mil para as obras.
Pretende-se, também, ampliar o número de monitores autônomos. Atualmente há 17 desses orientadores atuando em Itutinga-Pilões, fazendo parte  do Grupo de Monitores Ambientais de Cubatão (GMAC). A idéia é que com a ampliação no número de monitores, a entidade possa atuar em outros segmentos do turismo ecológico da cidade.
Por meio da parceria, espera-se ainda, o incentivo a atividades, como observação de pássaros e de primatas; turismo de aventura (trilhas, acampamentos e caminhadas) e esportivas, entre elas rapel em cachoeiras e mountain-bike utilizando-se as estradas de serviços existentes na região.
Em sua palestra, Patrícia Cristina informou que o ecoturismo é a atividade turística que mais se desenvolve atualmente em todo o mundo, crescendo de 15 a 20% ao ano, enquanto o turismo convencional, no mesmo período, mantém crescimento em torno de 10%. Ressaltou que o faturamento global do turismo ecológico é da ordem de R$ 260 bilhões/ano, sendo no Brasil pelo menos  R$ 70 milhões.
Turismo comunitário – “Turismo de base comunitária” foi o tema da segunda palestra, a cargo de Lucineide Souza , coordenadora do trabalho social de campo do projeto Serra do Mar, ação de recuperação sócio-ambiental dos bairros situados nas encostas da Serra do Mar. Atualmente,o turismo de base comunitária é desenvolvido nos núcleos Cota 200, Pinheiro do Miranda e Fabril, que foram reurbanizadas pelo Projeto Serra do Mar, do Governo do Estado. “Na fase de reurbanização descobriu-se o potencial turístico daqueles núcleos e decidiu-se que ele seria desenvolvido em estreita colaboração com a comunidade”, explicou Lucineide.
Assim, foram criados diversos projetos comunitários, entre eles o ComCom, de comunicação comunitária, que resultou na criação de um jornal, de uma rádio comunitária e sites na internet. Outro foi o Projeto Ateliê Arte nas Cotas, coletivo destinado a desenvolver a arte local e os grupos de educação ambiental.
A curiosidade em torno da atuação dessas comunidades aliada à privilegiada visita panorâmica da região tem atraído, segundo Lucineide Souza, centenas de turistas aos núcleos em visitas monitoradas. Entre 2015 e 2018, 49 grupos, totalizando 2938 pessoas, visitaram os bairros e este ano foram 25 grupos, somando 600 visitantes.
A terceira palestra, “ Possibilidades do turismo náutico” esteve a cargo de Daniel Ravanelli , empresário que há 28 anos atua no setor. Proprietário de garagens náuticas no Jardim Casqueiro, promotor de  passeios, pescarias, entre outras atividades nas áreas de mangues  e braços de mar da região, Ravanelli ressaltou o potencial deste tipo de turismo na cidade. “É preciso uma participação efetiva do poder público para que este potencial seja aproveitado, não só como fator de desenvolvimento econômico, mas, também, da educação ambiental”, disse.
Abertura– O 1º Seminário de Turismo de Cubatão foi aberto com discursos do vereador Marcio Silva Nascimento (Marcinho), que falou das belezas naturais da cidade e da necessidade da valorização do turismo local, e  do secretário municipal de Turismo,  Antonio Martins Ribeiro (Toninho).
Toninho ressaltou a necessidade da população local convencer-se do potencial turístico de Cubatão. “Esse é o grande desafio de minha secretaria e o estamos enfrentando com o projeto Educando para o Turismo que atuará junto aos estudantes ”. Segundo Toninho , já está sendo adquirido um ônibus especial que levará as crianças e jovens em visitas monitoradas, aos pontos turísticos. “ Vamos conscientizar as novas gerações”, disse.
Continuação– O seminário continua nesta terça-feira, 24, com as palestras “Patrimônio e Turismo”, pelo escritor Welington Borges; “Turismo  Arqueológico” com Marília Oliveira Calazans; e “Caminhos do Mar- Restauração dos Monumentos” com a fala de Nilton de Oliveira Peres.
Fotos: Marcus Cabaleiro
Galeria de imagens – CLIQUE AQUI

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais