Crianças e jovens acolhidos estão à espera de padrinhos em Cubatão

Interessados podem agendar entrevista na Secretaria de Assistência Social
 
Você pode fazer a diferença na vida de uma das 15 crianças e adolescentes que vivem em instituições de acolhimento, em Cubatão. Para isso, basta ter o interesse de participar do programa Apadrinhamento Afetivo. Diferentemente de uma adoção formal, essa modalidade permite a vivência do menor com um grupo familiar, por intermédio de visitas, com a possibilidade de passar finais de semana, feriados ou férias escolares na moradia dos “padrinhos”.
Segundo a diretora do departamento de Proteção Social Especial, Viviane Teixeira Cortez, o programa possibilita a realização de ações que favoreçam o desenvolvimento da estabilidade emocional dos assistidos, além de estimular o sentimento de “pertencimento”.
“Portaria do Ministério Público estabelece regras para disciplinar o apadrinhamento, que pode ser afetivo, material ou de prestação de serviços por meio de trabalho voluntário”, informou.
Na modalidade Apadrinhamento Afetivo, após seleção, preparação e acompanhamento dos candidatos, os padrinhos podem visitar regularmente as crianças ou adolescentes, havendo a possibilidade de até realizar viagens em finais de semana ou férias escolares.
Já na modalidade Prestação de Serviços, o padrinho se oferece para realizar trabalhos voluntários que colaborem com o bem-estar e o aumento da auto-estima dos menores.
E há ainda a modalidade Financeira, com a doação de uma quantia mensalmente ou com o patrocínio de tratamento de saúde, de cursos profissionalizantes, incluindo suporte para a prática esportiva ou a participação em atividades culturais. Vale frisar que o programa é acompanhado e fiscalizado pelo setor psicossocial do Juízo da Vara da Infância e Juventude de Cubatão.
Viviane Cortez informou que são requisitos básicos para se tornar padrinho ou madrinha: ter pelo menos 18 anos de idade (e no caso de apadrinhamento afetivo, contar com a diferença de 16 anos a mais que o afilhado); residir em Cubatão ou município vizinho; apresentar a documentação necessária: RG, CPF, certidão de casamento (se casado) ou declaração de união estável (se esta for a situação), comprovante de residência (luz, água ou gás), comprovante de rendimentos (último holerite) ou declaração equivalente e atestado ou declaração médica de sanidade física e mental; contar com disponibilidade emocional e de tempo; e, no apadrinhamento material, financeiro ou de prestação de serviço, assumir o compromisso de manter regularidade. Os interessados podem ligar para 3361-4239 e agendar entrevista com a equipe técnica.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM

© Copyright Prefeitura Municipal de Cubatão - 2021. Todos os direitos reservados - DSJ Soluções Digitais